O Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (CONAD) aprovou Recomendação aos órgãos que compõem o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (SISNAD) com instruções para campanhas de Prevenção ao uso de tabaco e seus derivados, álcool e outras drogas.
A proposta de Recomendação foi apresentada ao CONAD pela Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania (SENAPRED) em parceria com a Secretaria Nacional da Família do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).
A Recomendação coloca que, em primeiro lugar, as campanhas de Prevenção precisam cumprir as Diretrizes da “Nova Política Nacional sobre Drogas”. Além disso, as campanhas precisam ser divulgadas e apoiadas, em uma rede operativa para que alcance o maior número possível de pessoas, conseguindo cumprir, de fato, seus objetivos; suas mensagens precisam ser claras e voltadas para um público-alvo específico; e fundamentadas em evidências científicas. As campanhas precisam ainda promover o respeito às diferenças entre as pessoas, sem estigmatizar os usuários de drogas; fortalecer fatores de proteção e diminuir fatores de risco para o uso de drogas; promover saúde e estilo de vida saudável; incentivar o protagonismo das pessoas e seus projetos de vida; fortalecer a participação social, utilizando os recursos comunitários existentes.
Porém, o principal ponto desta Recomendação aprovada pelo CONAD é que as campanhas de Prevenção precisam envolver as Famílias. O texto do documento orienta sobre a necessidade de fortalecer os núcleos familiares como estratégias de Prevenção; pontuar que as questões relacionadas ao uso de drogas necessitam do envolvimento e compromisso da Famílias; orientar as Famílias sobre como abordar o tema das drogas com seus membros, assim como realizar o suporte adequado no caso de algum de seus integrantes estar fazendo uso de drogas.
Com a publicação desta Recomendação, a expectativa é que as ações de Prevenção sejam cada vez mais efetivas no Brasil.

Quirino Cordeiro
Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania (SENAPRED)

Parceiros

1 comentário em “Fortalecimento das Famílias como Fator de Prevenção ao Uso de Drogas – Recomendação do CONAD – Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas”

  1. Avatar

    Parabéns pelo seu belíssimo trabalho. Acredito que o tratamento de dependência química, tenha que fazer com que as pessoas possam sair dessa prisão e se reencontrar como pessoa . Dando a elas a possibilidade de voltar ao meio familiar e na sociedade como um todo, retornando para os estudos, tendo a oportunidade de voltar ao mercado de trabalho.
    Particularmente essa política de redução de danos é ineficaz, torna o sujeito dependente do estado.
    Quem não tem a chance de produzir, de lutar pelo seu próprio sustento, tem a auto estima estagnada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *