Controle Emocional — Como Não Ser Refém Dos Seus Sentimentos

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

A falta de controle emocional pode comprometer a sua qualidade de vida, seus relacionamentos e sonhos. Será que você está deixando de viver algo por não ter essa questão bem resolvida?

Neste artigo, você entenderá por que é tão importante ser o gestor da própria mente e como alcançar isso. Então, se você quer mudar a sua vida, continue a leitura!

Como saber que chegou a hora de trabalhar seu controle emocional?

Para notar se o descontrole está afetando sua vida, é preciso fazer uma reflexão de suas atitudes. Existem várias situações que exemplificam a falta de controle emocional no dia a dia. Veja algumas: .

  • irritar-se com facilidade;
  • ter medo excessivo;
  • sentir-se ofendido por ouvir uma crítica;
  • não se sentir capaz de realizar algo;
  • sentir culpa excessiva;
  • ter autoestima baixa.

Identificou-se com alguma dessas situações? Então, é bem possível que a sua mente esteja controlando você e não o contrário, o que causa o descontrole emocional.

Quando você notar isso, é necessário começar a fazer a gestão das emoções para não ficar refém dos seus sentimentos.

Mas, então, como ter mais controle emocional?

O que muitos não sabem é que a mente mente. Isso mesmo! Nem todos os pensamentos que surgem devem ser considerados como verdadeiros. Grande parte das ideias nascem a partir de traumas e situações negativas que você viveu no passado. Portanto, elas não se aplicam a outros momentos presentes ou futuros.

Para ter o controle emocional é necessário aprender a fazer uma higiene mental. Ou seja, você deve limpar pensamentos e ideias soltas, por meio de uma verdadeira reciclagem.

Lembra-se que nem tudo o que vem à mente é verdadeiro? Sabendo disso, você já pode aplicar uma ferramenta muito importante da gestão da emoção: DCD.

O primeiro D é referente a duvidar. Sempre que tiver uma ideia negativa, duvide dela, em vez de interiorizá-la.

A letra C significa criticar. Pense no motivo pelo qual está tendo aquele pensamento — de qual trauma ele é consequência, por exemplo.

Por fim, a última letra é para lembrar que é necessário determinar o que você deseja e o que irá alcançar com aquilo.

Ao mudar de atitude, você consegue sair da fase dessa fase em que não acredita em si e reunir forças para fazer o que quer.

Outro aspecto muito importante para ter mais controle emocional é fazer as pazes com a cama. Grande parte das pessoas leva os problemas para o momento de dormir. Além de não resolver nada, esse hábito só faz com que o descanso, que é tão fundamental para uma mente saudável, seja prejudicado.

Parceiros