Conhecida como Jani Xavier, graduada no curso de Bacharelado no Serviço Social pela Unicid, 22 cursos de qualificação profissional entre eles: Prevenção as Drogas, Tratamento da Dependência Química, Orientador Social, Crianças e Adolescentes em situação de rua etc.
Curso Supera voltado para a detecção do uso abusivo e dependência de psicoativos, encaminhamentos e intervenção breve, reinserção social e acompanhamento;
Desde 2013 vem se destacando em matérias para jornais e televisão em busca de ajudar a salvar a vida do seu filho, que entrou para o mundo das drogas e por passar a ser portador de esquizofrenia. Participou de temática para a área da saúde, fez o comercial do crack é possível vencer, foi matéria no Fantástico e capa de alguns importantes jornais como o Agora , Diário antidrogas, Folha de Sp , Estadão entre outros.
Perdeu seu filho para as drogas em 2017, passou atuar como voluntária em uma rádio, dando atendimento , orientações e vagas de internações.
Ativista contra a legalização das drogas , recentemente gravou um vídeo a qual teve um alcance de 6 milhões de visualizações e foi compartilhado por muitos parlamentares em Brasília, recentemente  convidada para estar no Fórum Permanente de Mobilização Contra as Drogas em Brasília pela pasta da SENAPRED.
Atualmente continua recebendo pedidos diversos de socorro de famílias que passam pelo uso de drogas de seu familiares, têm uma credibilidade muito grande por se engajar nesta causa e ir em busca instruir  sobre os direitos que as famílias têm em relação as leis de internações.

“Meu nome é Jani Xavier. Sou sobrevivente de uma guerra que põe em risco famílias em todo o país. A epidemia causada pela banalização do uso de drogas, por cracolândias e por políticas que evitam prevenção e dificultam a internação dos dependentes, doentes que não conseguem mais controlar o uso colocando em risco suas vidas e a de terceiros. Meu filho foi dependente de maconha e crack, portanto, quando descrevo essa guerra é porque vivi esse inferno. Jeferson morreu aos 27 anos. Foi na véspera do dia das Mães, em 12 de maio de 2017, em Cotia, cidade paulista a 35 quilômetros da capital Até hoje, não superei esse tsunami.

Caso queiram conhecer mais sobre a história desta mãe, ou mesmo procurar por uma orientação, ou somente precisar que lhe escute, entre em contato !

https://www.facebook.com/janicleide.dearaujoxavier

Parceiros

1 comentário em “Conheça a história de Jani Xavier”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *