As 3 fases do relacionamento abusivo


A violência física não é o único indício de um relacionamento abusivo, o abuso psicológico pode causar tanto ou mais traumas e danos ao emocional, quanto a violência física. Reconhecer que se está em um relacionamento abusivo é complicado, primeiro porque muitos sinais de alerta se confundem com manifestações de afeto, segundo porque não é tão simples admitirmos que estamos sendo abusadas por alguém que julgamos amar tanto e, terceiro, um relacionamento abusivo normalmente não acontece de um dia para o outro, os abusos surgem pouco a pouco, abrindo espaço para a manipulação, o controle, o ciúme excessivo e toda violência psicológica por trás. Aos poucos o abusador faz você se sentir culpada, com autoestima baixa e não merecedora de amor.Geralmente em um relacionamento abusivo o abusador tem um certo padrão de comportamento que são a idealização, a desvalorização e o descarte.


Na primeira fase de idealização, é quando acontece o “Love Bombing” ou “Bombardeio de amor”, é a fase em que o abusador vai te colocar em um pedestal, vai te encher de afeto 24hr por dia e, querendo ou não, você se acostuma com isso, ele parece tão sincero, que logo você fica dependente. Ele tem a incrível capacidade de ser exatamente o reflexo daquilo que você deseja, quer e precisa. No entanto, ainda que tudo esteja perfeito, tem algo estranho sobre ele que não se encaixa, que você não entende bem o que, mas decide ignorar para continuar vivendo o sonho.


A segunda fase é a desvalorização. Depois que você se “viciou” nele, em toda atenção, carinho e romantismo, agora você vai conhecer quem é o homem (ou mulher) que é de verdade. Ele pode destruir de forma rápida e brusca o pedestal sob seus pés, desaparecendo do nada como se você nunca tivesse existido, sem dar a mínima explicação e reaparecer do nada também; ou fazer isso de forma lenta e cruel. Dessa forma ele vai minando sua autoestima, desdenhando seus sonhos e conquistas, apontando seus defeitos, levantando contra você suspeitas daquilo que você não fez, e alterna com pequenos momentos de afeto para que assim não perca o controle sobre você. Assim você passa a ter diante de si alguém que você ama, mas que a entristece a maior parte do tempo.


A terceira fase é o descarte, é quando você vai vê-lo completamente sem máscara, uma pessoa totalmente diferente da que você conheceu no começo da relação. Quando ele percebe que você não tem mais benefícios para oferecer, ele vai te descartar sem dó nem piedade. Uma pessoa abusiva e manipuladora, geralmente com Transtorno ou traços Narcisistas, só se relaciona se tiver algum tipo de benefício, seja financeiro, sexual ou emocional.


Após o descarte, o padrão de comportamento do abusador é voltar, e o faz por diversos motivos. Volta essencialmente para ter certeza de que ainda tem controle sobre você. Volta para machucar a pessoa com quem esta no relacionamento atual, volta porque percebeu que você tocou sua vida adiante sem ele. E isso é inadmissível, volta porque ao ver que você está bem percebe que pode ter de dar a ele algum benefício novamente.

Lembre-se de que não importa o que você faça, ele não irá mudar, irá repetir o mesmo padrão de comportamento em todos os relacionamentos.
Se você vive um relacionamento assim, não tenha receio de procurar ajuda.

Psicóloga Marcia Scolfaro CRP 06/155261

Parceiros